Organizadora de eventos… será?

Será que precisa contratar uma organizadora de eventos? Mesmo eu sendo uma noiva habilidosa? Vale a pena?

Então… eu não tinha dúvidas: eu “não” precisava! E eu estava enganada.

Começamos a desenhar a ideia da festa um ano antes da gente casar, após o casamento de uma amiga, Michelle, que casou na fronteira do RS, a 500 Km de Porto Alegre.

Engenheira que sou fui logo fazendo um mapa mental dos preparativos necessários… foi ótimo, pois lá pelas tantas me dei conta que, por mais que estivesse tudo pronto no dia “D”, haviam “coisas” que precisavam ser orquestrado ou resolvido por alguém que não os noivos. Por “coisas” entenda-se, no nosso caso que fizemos a benção e a festa no mesmo local:  acompanhar a chegada das bebidas, do bufe, da decoração, da equipe de segurança, do som & iluminação, o recebimentos dos (muitos) doces, organizar a mesa de leques e repelente na chegada e de lembranças e água mineral na saída, a entrada das celebrantes, dos irmão e respectivos, dos pagens, dos noivos, os depoimentos (ver post), o momento fotos, levar o Santo Antonio “de lá para cá”! Tem post do Santo Antonio! Continuando… mensagem aos convidados, Flash Mob, atirar o “buque e outras coisas” (post), abertura da pista de dança…

Reuni-me individualmente com duas organizadoras e contei a nossa história e nossa proposta para o evento. A que tive mais empatia e curti as sugestões foi a Adriane Hummes (adrianehummes.com.br). Pelo que me lembro, havia a opção de contratação para “apenas” esta parte acima – o dia “D” – mas não foi o que contratei: optei pelo acompanhamento ao longo dos 10 meses que ainda faltavam.

Ainda bem que mudei de ideia. Foram 10 ativos meses, com um excelente saving! Não esqueça que nos propusemos a fazer uma celebração com o que fosse significativo para nós, abrindo mãos de coisas bacanas, mas que – a nosso ver – podia ser dispensado! Tem gente que dispensa a festa. Tem gente que vende o carro para pagar parte da festa. Cada um com suas escolhas. Respeito 100%. Esta decisão cabia unicamente a nós.

Como eu já estava há 4 meses pesquisando serviços, já tinha uma ótima ideia de preços e serviços para realizar o que eu tinha em mente. Mas com a ajuda da Adriane, consegui contratar serviços excelentes com preços que minhas pesquisas não tinham encontrado. Foram realmente poucos os serviços que mantive minhas escolhas anteriores.

Sem falar que (lembram que falei que era habilidosa e criativa?!) criei um painel com fotos dos convidados casando (post), janelas de demolição para decorar o toldo, pulseiras de pérolas para quem estava na pista de dança, Santo Antonio da sogra e máquina de escrever do pai, um baú com mantas para o frio para o frio da noite e toalhas de banho para os animados que caíssem na piscina, iniciais dos noivos (gigantes) para o jardim, leques que decorei para o calor da tardinha, caixa com kit emergência para banheiros, boca e bigode que fizemos para identificar banheiros feminino e masculino, espalhar na festa repelentes, menus e outras tags de comunicação que eu, noiva geminiana, fazia questão de ter na festa… acho que esqueci alguma coisa… Ah! Assegurar que os noivos comeriam algo durante a festa!

O detalhe é que tudo tinha que ser orquestrado na véspera ou no dia.  Na festa, a Adriane contou com duas assistentes queridas, a três foram incansáveis e praticamente invisíveis, quase não aparecem em fotos!

Enfim… curti fazer cada detalhe nos meses e dias que anteciparam nossa festa,  mas nas 30 horas que antecederam a festa eu apenas curti cada momento, tranquila que a Adri e eu estávamos com tudo alinhado!

Por isso, a resposta à pergunta feita no início é: – Vale! Vale muito a pena!

Publicado por Helena Tessele Nodari

Engenheira por formação, inquieta por definição e criativa por inspiração. Queria ser arquiteta, acabei sendo engenheira civil pela UFRGS, fiz pós-graduação em Gestão do Meio Ambiente na PUC-RS e MBA de Gestão de Projetos na FGV. Trabalhei em empresas de excelência (PETROBRAS e Ford). Aposentada, sou "eco-friendly", adoro uma obra, e vejo novas oportunidades por onde passo. Casada de coração desde 2005, em 2015, oficializamos nossa união com um casamento rústico, com detalhes criativos, e nem tão caro. Me apaixonei pelo assunto CASAMENTO. Vou compartilhar neste blog estas ideias, e outras mais, pois acho que estão alinhadas às novas tendencias, onde o menos é mais e o essencial é tudo. Quem sabe tu aplicas alguma delas na tua festa!? Posso te ajudar a por em prática!

3 comentários em “Organizadora de eventos… será?

  1. Emocionada com esse post! Importante dizer que para fazer esse ‘casamento’ entre clientes e Organizadora de Eventos, é preciso antes de tudo ter a tal EMPATIA!
    Essa celebração de casamento foi inesquecível! Vida longa aos noivos e sua bela e querida família!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: